Na dúvida: trance!

Depois de três meses sem atualizar o blog – e para mim o tempo voou que eu nem sabia que havia sido tudo isso! -, reapareço com uma dica de beleza. Uma dica de beleza que, como dizem internet afora, é “Old but Gold”.

Certo, sei que muitas já sabem dessas dicas, uma vez que povoou nossa rotina de maneira estrondosa por causa da Segunda Dama, Marcela Temer. A questão é que há muitos anos a trança vem sendo o penteado preferido das mulheres. E não apenas a trança comum. Ela sendo embutida, mista a coques, apenas uma parte… Como vemos nessa imagem retratando um penteado de 1870!

Mas, para mim, a trança continua sendo o penteado mais prático que se existe.

Em um país onde a temperatura tende a ser alta em 90% de seu território e em 359 dias no ano, um rabo de cavalo nem sempre é o ideal para, por exemplo, ir a um casamento. No entanto, faça uma bela trança e não precisa se preocupar com o calor ou se seu penteado não fará sucesso. Acreditem em mim: uma trança faz sucesso tanto no seu dia-a-dia profissional quanto se você for a um casamento.

Desde adolescente gosto de tranças. Primeiramente por ser o único penteado – além da escova/chapinha – que domava meu cabelo de maneira elegante. Segundo: por ser verdadeiramente prático.

Quando adolescente, na época em que esporte pra mim era tudo junto do meu cabelo comprido, eu vivia com rabo de cavalo e uma trança à tira-colo. Isso, quando não andava com minhas “amigas do time de basquete” com as famosas Maria Chiquinha.

Hoje nã utilizo mais a Maria Chiquinha. Porém, a trança faz parte da minha vida de tal maneira que até mesmo vídeos no Youtube eu procuro para inovar.

Vou a um churrasco com amigos e estou com preguiça de secar cabelo: trança. Vou trabalhar e, naquele dia, o cabelo amanheceu rebelde: trança. Vou a algum lugar e tenho vontade de estar elegante: trança. Mas afirmo que a embutida continua sendo minha preferida.

A questão é a seguinte: não importa onde você vá, como está seu humor ou o humor do seu cabelo. Trança sempre será uma boa pedida. Até mesmo se ela for do tipo “rebelde” como na foto abaixo.

Só digo o seguinte: se você se tornar uma expert em tranças, saiba que logo suas amigas pedirão para você fazer nelas. Não se preocupe com a prática, pois ela você adquirirá com os cabelos de sua mãe e irmãs. Sim, isso aconteceu comigo. Contudo, ainda continuo gostando e inovando tranças.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s